ASSERTIVIDADE NAS RELAÇÕES INTERPESSOAIS

É sabido que a comunicação é campeã como principal causa de não conformidades nas empresas, não importa o tamanho, o ramo de atividade e em qual latitude ou longitude do planeta esteja. Também é sabido que dificuldades de comunicação entre parceiros é a causa do insucesso na maioria dos relacionamentos. Dificuldades de entendimento entre gerações, devido a problemas na comunicação é causa de conflitos na maioria das famílias e mesmo empresas. Um dos aspectos, entre outros, que interfere no bom entendimento entre as pessoas é a falta de assertividade nas relações. Em nossa cultura (brasileira) é comum confundir assertividade com ter “personalidade”, dizer o que pensa, chegando bem próximo do desrespeito ao outro, típico de pessoas mal educadas. Então, o que é Assertividade? Vale lembrar que o objetivo da comunicação é colocar uma “roupagem” na informação, para que ela transite sem sofrer distorções ou se perder pelo caminho e atinja seu objetivo: informar ou disparar uma ação ou uma não-ação e etc. Fela Moscovici diz que “Um indivíduo assertivo é capaz de dizer “sim” ou “não” quando necessário e adequado, expressando aquilo que sente e considera apropriado naquele momento”. Assim sendo, comportamento assertivo é aquele que nos torna capazes de agir considerando os próprios interesses, a nos afirmar sem ansiedade indevida, a expressar sentimentos sinceros sem constrangimento e exercitar nossos direitos sem negar os direitos dos outros – este é o segredo da assertividade: a auto expressão genuína ao mesmo tempo em que acolhemos a expressão do outro e promovemos ambiente para que ela seja genuína. No comportamento não assertivo, também conhecido como passivo, tendemos a pensar na resposta depois que a oportunidade passou. Geralmente ficamos ressentidos conosco mesmos, com a sensação desconfortável de “ter” engolido mais um “sapo”. Quando adotamos comportamento agressivo, podemos responder muito vigorosamente, causando uma forte impressão negativa no outro e mais tarde nos arrependemos disso. No passivo-agressivo falamos o que pensamos e sentimos para uma terceira pessoa e cometendo dois erros: Primeiro, porque “alugamos” alguém com nossos queixumes e, segundo, porque não resolvemos a situação, uma vez que a pessoa que precisa receber o feedback continua alheia de como seu comportamento nos impacta. Quando utilizamos a assertividade na maior parte do tempo, nossas relações são mais saudáveis e nossa vida mais produtiva. Não passamos por ela cheios de inibições, cedendo à vontade alheia, guardando desejos dentro de nós, ou destruindo outros a fim de atingir nossos objetivos. Ao contrário, desenvolvemos auto controle nas relações interpessoais aumentando nossa confiança e nossa espontaneidade na expressão dos sentimentos sem hostilidade em todas as situações, principalmente naquelas onde somos invadidos pelos outros. Para alcançar comportamento assertivo é fundamental o auto conhecimento. Primeiro precisamos realizar uma negociação interna. Tornar-nos capazes de expressão sem aceitar posições de vitimas ou algozes. Alcançar percepção das conseqüências de nossas ações e não tomar posições que não possamos sustentar depois. A pessoa assertiva é sempre confiável porque cumpre o que promete. Deixa saída honrosa para os outros, mesmo que estes tenham falhado notoriamente. Sabe que pode falhar, por ser humano, e assim acolhe a humanidade do outro. Não é conivente, mas auxilia a pessoa em erro, com espírito de irmandade e compaixão, sem deixar o outro em situação de constrangimento. As interações com pessoas assertivas terminam sempre em ganha/ganha. Importante lembrar que as posições descritas são escolhas nossas. Em um mesmo dia podemos passar por todas elas, por exemplo: pela manhã adotar o comportamento passivo com o cônjuge para evitar um conflito, no transito, um comportamento agressivo com um motorista impaciente. Ao chegar ao trabalho, podemos ser agressivo/passivo com nosso colega, nos queixando do nosso chefe e sermos assertivos com uma pessoa da nossa equipe. O importante é estar consciente das conseqüências de cada posição e assumir os resultados alcançados em cada uma.

About these ads

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s