MARABÁ – HISTÓRIA, TURISMO, ACOLHIMENTO…

A melhor época para visitar a cidade é no verão, quando as águas do rio Tocantins estão baixas, permitindo que praias como a do Tucunaré e do Meio, aflorem e a alegria e o colorido invadam suas areias brancas. Barraqueiros instalam seus comércios e os veranistas instalam suas cadeiras. Uma diversão inusitada e prazerosa, que atrai milhares de turistas anualmente.O inverno, ou período chuvoso, é uma época difícil para a cidade e parte de seu povo que já incorporaram o costume de abandonar suas casas quando as águas dos Rios Tocantins e Itacaiúnas transbordam invadindo as ruas de Marabá Velha (ou Pioneira) e obrigando a população a procurar locais onde a força das águas não se faça sentir com tanta intensidade.  
Acostumado aos caprichos do tempo, o povo aprendeu a conviver com a situação e simplesmente sai da Velha Marabá para pontos mais altos, o que provocou o surgimento de três cidades distintas para a população que não se curva diante da impetuosidade das águas.

Prefeitura ao Fundo

A cidade de Marabá cresceu muito depois que se tornou pólo de agropecuária e exploração de empresas madeireiras. Isto fez com que se tornasse também pólo turístico. Marabá é uma das cidades mais animadas da região, tendo eventos importantes praticamente todos os meses.
Em fevereiro, o carnaval marabaense é, certamente, um dos melhores da região. Em abril, em função do aniversário da cidade, há eventos culturais que se prolongam durante todo o mês. No mês de junho são realizadas festas típicas com apresentação dos grupos folclóricos, especialmente os bois-bumbá. Mas julho é realmente o mês de maior agito na cidade.

Para Marabá convergem turistas de todo o estado e do Brasil. São realizadas muitas festas como a Maraluar, na Praia do Tucunaré, que desponta em sua plenitude durante o verão. A festa não tem dia marcado pois depende da lua cheia, mas apaixona os turistas que dela participam, em razão da influência caribenha de que se reveste o evento.
É também nesse mês que acontece uma das mais importantes feiras agropecuárias do Norte, a Expoama, que costuma reunir a nata dos criadores e agricultores do Estado e do Brasil. Em julho também se realiza o Festival da Canção em Marabá, conhecido como FECAM – que costuma reunir músicos de todo o Brasil. Em outubro, no terceiro sábado, ocorre o maior Círio de Nazaré do interior paraense, apesar de ter apenas 14 anos de existência.
A procissão sai da Igreja de N. S. de Nazaré, na Folha 16 (Nova Marabá), percorrendo as ruas da cidade até o Balneário das Mangueiras, onde começa uma Romaria Fluvial, acompanhada de centenas de barcos e lanchas. Posteriormente a imagem é conduzida à Catedral de N. S. do Perpétuo Socorro, de onde, no dia seguinte, sairá em romaria, retornando à Igreja de N. S. de Nazaré. Outra manifestação religiosa de Marabá é a festa em homenagem ao santo padroeiro. São Féiix de Valois, que acontece no dia 19 de novembro. Os festejos são acompanhados de procissão, novenário e arraial com barracas de jogos e venda de comidas típicas. A FEIRARTE, a feira de artesanato mais conhecida na região, acontece durante essa festividade, com a presença de artistas de outros 20 municípios. A iniciativa é da Secretaria Municipal de Indústria e o objetivo é divulgar e comercializar produtos com matérias-primas que só podem ser encontradas na região.

CULTURA
As manifestações culturais de Marabá têm um diferencial: possuem caráter reivindicatório relativo à questão da luta pela terra, à defesa da ecologia e das garantias pessoais dos marabaenses. O boi-bumbá, um dos patrimônios culturais da região, é organizado pela comunidade para simbolizar o clamor popular pela preservação ambiental. Suas apresentações acontecem durante a quadra junina e em ocasiões especiais, como feiras e festivais.
O artesanato local é, hoje, representado pelas peças utilizadas para a extração da castanha e pelas peças que auxiliam o castanheiro no seu dia-a-dia. As principais são o abano, o boi-de-fogo, o cofo de palha, a cuia, o cachimbo, a espingarda, o facão, a lata de fumo, a panela de ferro, o paneiro comum o sem alça e o pé-de-bode.
A praça Duque de Caxias é considerada o patrimônio histórico de maior relevância de Marabá, que possui importantes equipamentos culturais. A Casa da Cultura local é dividida em cinco setores: de Patrimônio Histórico, de Cultura, o Museu Municipal, a Biblioteca e o Apoio Administrativo. O setor de Cultura, além das suas unidades, dispõe de uma Pinacoteca.
Além desses equipamentos vinculados à Casa da Cultura, Marabá possui, ainda três pequenas bibliotecas privadas.

PONTOS TURÍSTICOS

 

CASA DE CULTURA: na Nova Marabá, Aldeia Cultural que abriga acervo nas áreas cultural e científica é sede da Pinacoteca, Biblioteca e do Museo Municipal, está dividido em setores de Zoologia, Botânica, Antropologia, Arqueologia e Geologia.

CENTRO CULTURAL ‘TOCA DO MANDUQUINHA’: espaço de exposições de artes plásticas, fotografia, teatro, dança, artesanato e manifestações folclóricas, tem serviço de bar, e é propício a um bom bate papo ao som de boa música interpretada por artistas marabaenses.

PRAÇA DUQUE DE CAXIAS: considerada um dos patrimônios históricos de maior relevância do município, situada no coração da cidade pioneira com suas mangueiras que ostentam à praça, com o coreto, palco de muitas histórias do cotidiano Marabaense.

IGREJA SÃO FÉLIX DE VALOIS: na cidade pioneira, a primeira igreja erguida na cidade, sendo São Félix o padroeiro da cidade de Marabá.

PRAÇA SÃO FÉLIX: palco constante de manifestações artísticas, religiosas, folclóricas e culturais em frente ao rio Tocantins.

Praça do Pescador - Enchente

PRAÇA DO PESCADOR

PRAÇA SÃO FRANCISCO: em frente à igreja São Francisco, apresenta colorido moderno, grandioso chafariz, playground, pista de skate e tem ao seu redor um centro comercial com restaurantes, bares e casas noturnas.

PRAÇA OSÓRIO PINHEIRO: na nova Marabá, possui belo chafariz, dois aconchegantes bares, playground e pista de exercício.

RIO ITACAIÚNAS: afluente do Tocantins pela margem esquerda, sua foz banha a cidade e, junto com o Tocantins proporciona inesquecíveis passeios de lanchas e barcos para contemplação da fauna e da flora amazônica, além da prática da pesca esportiva.

PRAIA DO TUCUNARÉ: situada em frente ao núcleo Marabá Pioneira, surge no verão, quando baixam as águas do Rio Tocantins a larga faixa de areia é enriquecida por uma vegetação própria que garante a beleza peculiar da praia onde é propicia a prática de esportes náuticos e de areia, além de camping e pesca esportiva. É na praia do tucunaré que acontece no mês de julho o Maraluar uma festa em estilo caribenho que marca a abertura da temporada de verão.

PRAIA DO GELADINHO: no bairro São Félix, surge também apenas no verão, com queda do nível das águas do Tocantins. Sua beleza natural ganha um toque especial com a visão da ponte rodoferroviária sobre o Tocantins construída pela Companhia Vale do Rio doce para escoamento do minéerio de ferro extraído da serra dos Carajás ao Porto de Itaquí-MA.

LOCALIZAÇÃO

Marabá fica distante 438 km de Belém e pertence à Mesorregião Sudeste Paraense e à Microrregião Marabá. Limita-se ao Norte com Itupiranga,Jacundá e Rondon do Pará, a Leste com Bom Jesus do Tocantins e São João do Araguaia, ao Sul com São Geraldo do Araguaia, Curionópolis, Parauapebas e São Félix do Xingú e a Oeste com São Félix do Xingú e Senador José Porfírio.

HIDROGRAFIA E RELEVO
O principal acidente hidrográfico é a bacia do Rio Itacaiúnas, afluente pela margem esquerda do Rio Tocantins em cuja foz encontra-se a sede municipal. O Rio Tocantins é de grande importância para o município.
Apresentando como afluentes os Rios Tauazinho, limite natural Leste com o município de São João do Araguaia, e Flecheira, que limita Marabá, ainda a Leste, com o município de Bom Jesus do Tocantins.
Destacam-se ainda no cenário natural do município as serras da Redenção, do Cinzento e parte da Serra dos Carajás.

CLIMA
A temperatura média anual é de 26,5° C, apresentando a média máxima em torno de 31,0°C e a mínima de 22,0°C. O período chuvoso vai de dezembro a maio e o mais seco vai de junho a novembro.

——————————————-

COMO CHEGAR

 
AÉREO: vôos diários da capital Belém, Brasília, Belo Horizonte …
- TAM, GOL, VARIG/RIO-SUL, SETE…
TERRESTRE: Do Terminal Rodoviário Saem viagens diárias:
- Transbrasiliana, Açailandia,….

ONDE FICAR

- Itacaíunas Hotel / Folha 30, Quadra 14, Lote 01 Nova Marabá / Fone: (94) 322-1326 l 322-2686
- Hotel Vale do Tocantins / Folha 29, Quadra Especial, Lote 01 Nova Marabá / Fone: (94) 322-2321
- Hotel Del Príncipe / Av. Marechal Rondon, 95 Amapá / Fone: (94)324-1175
- Hildas Hotel / Av. António Maia, 882, Centro / Fone: (94) 321-1836/321-1819
- Augusto Palace Hotel / Rod. Transamazônica, 2560 Cidade Nova / Fone: (94) 324-1236 l 324-1320
- Itatocan Hotel l Portal da Amazônia / Av. Nagib Mutran.366 Cidade Nova / Fone: (94) 324-2900 l 324-2828
- Hotel Tibiriçá / Rua Sol Poente.2023 Cidade Nova / Fone: (94) 324-2338

ONDE COMER
- Restaurante Bambu / Trav. Pedro Carneiro, 433 – C. Nova – Centro / Fone: (94) 324-1290
- Restaurante Zero Grau / Praça São Francisco Cidade Nova / Fone: (94) 324-3144
- Restaurante Quero Mais / Av. Getúlio Vargas, 206 – M. Pioneira / Fone: (94) 321-1349
- Restaurante Cervejaria Por do Sol / Praça. do Pescador – Centro / Fone: (94) 321-1964
- Pizzaria Verdes Mares / Fl. 27 Q. Especial Lt. 01 – Nova Marabá / Fone: (94) 322-1595
- Restaurante Flutuante Skala / Av. Marechal Deodoro, Beira do Rio – Centro / Fone: (94) 322-3564

Tacacá

: na, Beira-Rio, é local ideal para contemplar o por do sol no rio Tocantins e oferece ainda opções de bares e restaurantes.

ENCHETE EM MARABÁ PARA 2011/ COMDEC CONCLUI RELATÓRIO

A Prefeitura de Marabá, através da Coordenadoria Municipal de Defesa Civil de Marabá (Comdec), já concluiu todo relatório das áreas suscetíveis à enchente, assim como as ações a serem tomadas durante as cheias dos Rios Tocantins e Itacaiúnas.

No plano definido, estão todas as previsões de quantas famílias serão atingidas, de acordo com o nível da enchente. As áreas mais afetadas, caso o nível do rio chegue acima dos 13 metros, são a Marabá Pioneira, Folha 33, bairros Independência, São Miguel da Conquista (Belo Horizonte); Amapá, Filadélfia, Invasão da Lucinha (Novo Planalto) e São Félix Pioneiro.

RELATÓRIO GERAL DOS NÚCLEOS

CIDADE NOVA, MARABÁ PIONEIRA, NOVA MARABÁ, SÃO FÉLIX E GELADINHO EM UM NÍVEL DE ATÉ 13 METROS

Nº DE FAMÍLIAS: 4.298

 Nº DE FAMÍLIAS DESABRIGADAS: 2.814

 Nº DE FAMÍLIAS DESALOJADAS: 947

 ILHADOS: 57

 CASAS FECHADAS: 371

 FAMÍLIAS PARA ATENDIMENTO TÉCNICO: 109

NÚCLEO CIDADE NOVA – 11 METROS 

FAMÍLIAS DESALOJADAS FAMÍLIAS DESABRIGADAS ILHADOS CASAS FECHADAS ATENDIMENTO TÉCNICO TOTAL
78 59   49 08 194

 

 NÚCLEO CIDADE NOVA – 12 METROS 

 

FAMÍLIAS DESALOJADAS FAMÍLIAS DESABRIGADAS ILHADOS CASAS FECHADAS ATENDIMENTO TÉCNICO TOTAL
109 170   78 11 368

NÚCLEO CIDADE NOVA – 13 METROS 

FAMÍLIAS DESALOJADAS FAMÍLIAS DESABRIGADAS ILHADOS CASAS FECHADAS ATENDIMENTO TÉCNICO TOTAL
333 1.059   171 28 1.591

ÁREAS AFETADAS:

  • Independência;
  • São Miguel da Conquista (Belo Horizonte);
  • Amapá;
  • Filadélfia;
  • Invasão da Lucinha (Novo Planalto)

NOVA MARABÁ – FOLHA  33 – 11 METROS 

FAMÍLIAS DESALOJADAS FAMÍLIAS DESABRIGADAS ILHADOS CASAS FECHADAS ATENDIMENTO TÉCNICO TOTAL
45 31   06 00 82

NOVA MARABÁ – FOLHA  33 – 12 METROS 

FAMÍLIAS DESALOJADAS FAMÍLIAS DESABRIGADAS ILHADOS CASAS FECHADAS ATENDIMENTO TÉCNICO TOTAL
75 110   49 29 263

NOVA MARABÁ – FOLHA  33 – 13 METROS

FAMÍLIAS DESALOJADAS FAMÍLIAS DESABRIGADAS ILHADOS CASAS FECHADAS ATENDIMENTO TÉCNICO TOTAL
130 451   59 00 640

 Áreas Afetadas:

Quadras: 02,04,05,06,11,2,13,14,15,16,17,18,19,21,22,23,24,25,27,28,29,34,35,37 e 38

NOVA MARABÁ FOLHA  14 – 11 METROS 

FAMÍLIAS DESALOJADAS FAMÍLIAS DESABRIGADAS ILHADOS CASAS FECHADAS ATENDIMENTO TÉCNICO TOTAL
  07   00 00 07

NOVA MARABÁ FOLHA  14 – 12 METROS 

FAMÍLIAS DESALOJADAS FAMÍLIAS DESABRIGADAS ILHADOS CASAS FECHADAS ATENDIMENTO TÉCNICO TOTAL
  34   00 00 34

NOVA MARABÁ FOLHA  14 – 13 METROS 

FAMÍLIAS DESALOJADAS FAMÍLIAS DESABRIGADAS ILHADOS CASAS FECHADAS ATENDIMENTO TÉCNICO TOTAL
00 56   00 00 56

Áreas Afetadas:

Quadras: A, B, C, D e Rua 04 de Novembro.

  • Folha 14;
  • Folha 25;
  • Folha 33;
  • Folha 06 (Vila Maurino)

  MARABÁ CENTRO – 11 METROS 

 

FAMÍLIAS DESALOJADAS FAMÍLIAS DESABRIGADAS ILHADOS CASAS FECHADAS ATENDIMENTO TÉCNICO TOTAL
79 97   45 25 246

MARABÁ CENTRO – 12 METROS

FAMÍLIAS DESALOJADAS FAMÍLIAS DESABRIGADAS ILHADOS CASAS FECHADAS ATENDIMENTO TÉCNICO TOTAL
145 312   69 42 588

MARABÁ CENTRO – 13 METROS

FAMÍLIAS DESALOJADAS FAMÍLIAS DESABRIGADAS ILHADOS CASAS FECHADAS ATENDIMENTO TÉCNICO TOTAL
467 1.152   119  78 1.816

ÁREAS AFETADAS:

  • Vila do Rato;
  • Santa Rita;
  • Santa Rosa;
  • Francisco Coelho.

SÃO FÉLIX E GELADINHO – 11 METROS 

FAMÍLIAS DESALOJADAS FAMÍLIAS DESABRIGADAS ILHADOS CASAS FECHADAS ATENDIMENTO TÉCNICO TOTAL
00 00   00 00 00

SÃO FÉLIX E GELADINHO – 12 METROS 

FAMÍLIAS DESALOJADAS FAMÍLIAS DESABRIGADAS ILHADOS CASAS FECHADAS ATENDIMENTO TÉCNICO TOTAL
  29 30 12   71

 

SÃO FÉLIX E GELADINHO – 13 METROS

FAMÍLIAS DESALOJADAS FAMÍLIAS DESABRIGADAS ILHADOS CASAS FECHADAS ATENDIMENTO TÉCNICO TOTAL
08 73 57 11  01 150

 ÁREAS AFETADAS:

 Avenida Estevão

Ruas: 1º de Maio, Beira Rio, Piauí e São Félix,

Travessas: Itatocan e Piauí

Maurino Magalhães é cassado

Não se fala em outra coisa em Marabá. É grande a expectativa para saber com quem ficará a condução político-administrativa do município, depois que o juiz eleitoral Cristiano Magalhães cassou os mandatos do prefeito Maurino Magalhães de Lima (PR) e do vice-prefeito Nagilson Amoury (PRB).

A decisão do magistrado foi anunciada no início da tarde de hoje, sendo que o juiz determinou a convocação do presidente da Câmara, Nagib Mutran Neto (PMDB), para assumir a prefeitura interinamente. Com isso, a vereadora Irismar Sampaio (PR) será alçada à presidência da Câmara, já que ela exerce hoje a função de vice-presidente da Mesa Diretora da Casa.

O deputado João Salame (PPS), segundo colocado nas eleições municipais de 2008, será notificado pelo juiz eleitoral para dizer se quer ou não assumir a prefeitura. A partir da notificação da Justiça, Salame terá cinco dias para apresentar sua decisão.

O afastamento de Maurino e Nagilson dos cargos se deu em processo por crime eleitoral na campanha de 2008. Os dois são acusados da utilização de caixa 2 na campanha para a prefeitura.

SINE DIVULGA VAGAS DE EMPREGO

A Prefeitura de Marabá, através do Sistema Nacional de Emprego (Sine-Marabá), disponibiliza diversas vagas de emprego. Os interessados devem procurar a sede do Sine, no terceiro piso do Centro Administrativo, localizado na Folha 32, Nova Marabá, no horário de 8 às 14 horas.

FUNÇÃO SEXO QTD
ATENDENTE(curso de Informática, com experiência na CTPS, no mínimo de 06 meses) FEM 03
ATENDENTE(Experiência na área, morar na Cidade Nova) MASC 02
AUXILIAR ADMINISTRATIVO(residir na Cidade Nova, Experiência de no mínimo 06 meses) FEM/MASC 01
AUXILIAR DE CONSULTÓRIO FEM 01
AUXILIAR DE CONTABILIDADE(Nível Superior ou Técnico) FEM/MASC 01
AUXILIAR DE COZINHA(Com experiência na CTPS, Ensino Médio completo ou Fundamental) FEM 03
AUXILIAR DE TESOURARIA(Informática básica, Experiência na área, Ensino Médio, residir na Cidade Nova) FEM 01
AUXILIAR GERAL(Residir na Nova Marabá, Com ou Sem experiência/1º Emprego) MASC 01
BABÁ(Disponibilidade p/ morar) FEM 01
BABÁ(Residir na Cidade Nova, disponibilidade p/ morar) FEM 01
COBRADOR EXTERNO(Veículo Próprio, residir em qualquer núcleo, Ensino Médio) FEM/MASC 01
COLORISTA – Pintura automotiva(Experiência, com curso de Informática, que tenha moto) MASC/FEM 01
COSTUREIRA(Com noções de bordado) FEM 01
COSTUREIRA(Residir na Nova Marabá, com experiência em malhas) FEM 01
DOMÉSTICA(morar na Nova Marabá) FEM 01
DOMÉSTICA(morar no bairro Laranjeiras) FEM 01
ELETRICISTA DE REDE(Com experiência na CTPS a partir de 06 meses) MASC 01
ENGENHEIRO DE PRODUÇÃO FEM/MASC 01
MECÂNICO DE AUTOMÓVEIS(Experiência na CTPS) MASC 05
MONTADOR DE MÓVEIS(Experiência na CTPS de 8 meses) MASC 01
NUTRICIONISTA(Com ou sem experiência, Ensino Superior) FEM/MASC   01
PINTOR DE AUTOMÓVEIS(Experiência em lanternagem e funilaria) MASC 01
REPRESENTANTE COMERCIAL(CNH, Condução Própria, Experiência na área) FEM/ MASC 02
SERRALHEIRO(Experiência em montagem e estrutura) MASC 01
TAPECEIRO(Experiência em forro de banco) MASC 01
TÉCNICO AGRÍCOLA(Curso Técnico Agrícola, Informática básica) MASC 04
TELEFONISTA (PNE, experiência na área)  FEM/

MASC

  01
TORNEIRO MECÂNICO(Com Experiência de 02 anos, residir em qualquer núcleo) MASC 01
VENDEDOR EXTERNO(Residir em qualquer núcleo, que tenha condução Própria) FEM/MASC 03
VENDEDOR INTERNO(Residir na Nova Marabá, Experiência na CTPS) FEM/MASC 01

PMM E VALE FAZEM INSCRIÇÃO DO PROGRAMA DE PREPARAÇÃO PARA O MERCADO DE TRABALHO

A Prefeitura de Marabá, através do SINE (Sistema Nacional de Emprego), e parceiros do Programa de Preparação para o Mercado de Trabalho (PPMT), patrocinado pela companhia Vale, realiza do dia 28 de janeiro a 02 de fevereiro as inscrições de candidatos para o 1º bimestre de 2011. O programa tem como parceiros Senai, Obra Kolping e Adapt.

As inscrições serão realizadas no Auditório do Campus I da UFPA – Universidade Federal do Pará, no horário de 8 às 18h. Os cursos oferecidos são:

• Comandos Elétricos – 70 vagas -  Manhã; tarde e noite.

•Eletricista Alta/Baixa Tensão – 48 vagas – Manhã e tarde.

•Montador de andaimes – 48 vagas – Manhã e tarde.

•Comando Hidráulico – 48 vagas – Tarde e noite.

•Maçariqueiro – 48 vagas – Tarde e noite.

•Caldeireiro – 70 vagas – Manhã, tarde e noite.

•Mecânico Montador Industrial ‑ Manhã e tarde.

•Soldador Mig – Tarde e noite.

Os documentos necessários são: Carteira Profissional; cópia do CPF; cópia do RG; cópia de comprovante de escolaridade; cópia de 02 comprovantes de residência, que comprove dois anos de residência em Marabá; um currículo.

A iniciativa faz parte das metas estabelecidas pela Prefeitura de Marabá, da inclusão no mercado de trabalho de quem mora no município.

OBRAS DA DUPLICAÇÃO DA TRANSAMAZÔNICA EM MARABÁ

As obras dos três viadutos que fazem parte da duplicação da rodovia Transamazônica, na área urbana de Marabá, estão bastante adiantadas. Nesta quarta-feira (19), o prefeito visitou as edificações, conferindo o estágio das obras. A previsão é que até outubro deste ano, sejam concluídas todas as obras da duplicação da rodovia, incluídos as pistas, que vai desafogar o trânsito na cidade.

No primeiro viaduto, único subterrâneo, o prefeito conferiu os detalhes da obra de engenharia. A edificação está em estágio bem avançado, com toda estrutura de pilares e teto concluídos, faltando apenas os acabamentos laterais e da pista.         

O terceiro também está com as obras em ritmo acelerado, bem acima do cronograma inicial. Mesmo já estando em período de chuvas, as obras não sofreram paralisação.

 Acompanhado do secretário de Obras, Lucídio Collinetti e dos engenheiros responsáveis pela obra, o prefeito verificou detalhes da estrutura e do trabalho de engenharia para edificar os elevados. No segundo viaduto, que já está com os pilares erguidos, o gestor discutiu com a equipe técnica, as próximas fases da obra.

 O prefeito ressaltou o empenho do seu governo para dar agilidade à duplicação, reduzindo o prazo previsto para sua conclusão. “Algumas pessoas pensam que essa é uma obra exclusiva do Governo Federal. Na realidade, além da contrapartida de 5%,  a prefeitura é responsável pela gestão da obra, sem contar os recursos próprios para pagar indenizações dos moradores que residiam na área de olaria, por onde passou a duplicação, assim como outras despesas”.

PREFEITURA DE MARABÁ TEM PROJETO APROVADO PELA PETROBRAS

A Prefeitura de Marabá, através da Fundação Casa da Cultura de Marabá (FCCM), conseguiu aprovar junto a Petrobras o Projeto “Aldeia Musical”, recebendo da estatal R$ 100 mil para investir no projeto, que visa resgatar a autoestima de crianças, adolescentes e jovens em situação de vulnerabilidade social, utilizando para isso a formação musical. Serão capacitados 500 alunos durante um ano.

O projeto da FCCM e de outras instituições que desenvolve ações com crianças e adolescentes em Marabá, foram encaminhados pelo Conselho Municipal de Direitos da Criança e Adolescente, para participarem da seleção da Petrobras, que este ano repassou R$ 23 milhões para o Fundo Nacional de Infância e Adolescência. 

Dentre os projetos marabaenses enviados, o da FCCM foi considerado o mais adequado de acordo com edital de seleção publicado pela estatal, promovendo assim, de forma mais clara e objetiva, ações concretas de valorização a infância e adolescência.

De acordo com Júlia Lino, coordenadora da Escola de Música Moisés Araújo da FCCM, responsável pela realização do projeto, o mesmo irá realizar 25 oficinas de formação musical, incluindo cursos de violão, teclado, canto coral e prática de banda, totalizando ao todo a carga horária de 1.500 horas aula.

Júlia ainda ressalta que o projeto realizará palestras sobre Cidadania, Meio ambiente e Sexualidade, para os alunos do projeto na faixa etária de 4 a 18 anos.   

Segundo o presidente da Fundação Casa da Cultura, Noé von Atzingen, a aprovação do projeto pela Petrobras só vem a fortalecer as ações culturais que a instituição desenvolve há anos em prol da formação musical para a juventude local e também mostra o compromisso que o Governo Municipal tem com a área social, defendendo projetos que tirem os jovens da vulnerabilidade social.

SECRETARIA DE SEGURANÇA VAI PARTICIPAR DE AÇÕES INTEGRADAS DE COMBATE À VIOLÊNCIA

 Colaborar nas ações de segurança pública do município. Este é o objetivo central da Secretaria de Segurança Institucional Municipal, que começa a funcionar em Marabá. Criada pelo prefeito Maurino Magalhães de Lima, a pasta tem como primeiro secretário o coronel da reserva remunerada da Polícia Militar do Pará, Antônio Araújo, que assumiu o cargo na última sexta-feira (07/01/11).

 Com 30 anos de carreira militar, o coronel, que comandava o Departamento Municipal de Trânsito e Transporte Urbano (DMTU), é formado pela Universidade da Amazônia (UNAMA) no curso Bacharel em Ciências Econômicas e pela Universidade Federal do Pará (UFPA) no curso Licenciatura em Ciências, com habilitação em Matemática. Também é formado pela Academia de Polícia Militar do Estado da Bahia, no Curso de Formação de Oficiais da Polícia Militar, é pós-graduado no curso de Especialização em Inteligência, pela Academia de Polícia Militar de São Paulo. Tem curso de Instrutor de Educação Física e Gestão de Pessoas.

 Como oficial, já comandou a Região Metropolitana de Belém e os comandos Regionais de Policiamento Nordeste, Sul-Sudeste, assim como o 4º Batalhão da Polícia Militar, em Marabá, e o de Castanhal. Foi Assessor de Inteligência junto à Governadoria do Estado, Chefia do Estado Maior Estratégico da Polícia Militar, Diretor de Apoio Logístico da Polícia Militar e Instrutor de Inteligência na Academia de Polícia Militar. Recebeu vários títulos de honra por onde passou e várias condecorações, entre elas a Medalha Grão-Pará (Grau Oficial) e Medalha de Bons Serviços ao Estado do Pará.

 Com vasta experiência na área, o coronel diz que o prefeito Maurino Magalhães, ao criar a secretaria, está resgatando não só uma promessa de campanha, mas mostrando toda sua preocupação com a segurança pública do município. Ele salienta que são poucos os municípios do Brasil que já têm essa visão que segurança pública não é só uma responsabilidade do Estado ou da União.

 No Pará, Marabá é pioneiro na criação de uma secretaria com foco na segurança pública de um modo geral, mostrando a visão e preocupação do município nessa área. De acordo com o coronel, a União tem chamado atenção dos municípios para essa parceria não apenas para serem coadjuvantes, mas também atores principais nesse processo. “O Governo Federal está estreitando esse diálogo com os municípios vulneráveis à violência e, Marabá é um deles, para que possam interagir com o Estado e União para que possa minimizar os efeitos da violência”.

 Araújo enfatiza que desde o ano passado o município vem trabalhando essa área. Foi assinado um convênio com o Ministério da Justiça, com Marabá aderindo ao Programa Nacional de Segurança com Cidadania (Pronasci). Esse programa tem outras ações, entre elas, o Programa Protejo, que será desenvolvido no município atendendo inicialmente 150 jovens, na faixa etária de 14 a 24 anos, que estão em vulnerabilidade à violência.

 São jovens que podem ser egresso do Sistema Penal, cumprindo medidas socioeducativas, meninos de ruas e abandonados. O programa inclui educação, com reforço escolar, noções de informática, cursos profissionalizantes e noções de cidadania. “É um programa que resgata os jovens, para que não sejam totalmente absorvidos pelo mundo do crime”, explica Araújo.

 Segundo ele, de início o projeto será gerido pela Secretaria de Assistência Social da Prefeitura (Seasp), porque quando foi trazido para o município não existia a Secretaria de Segurança, mas será coordenado pela pasta. No contexto geral, o coronel observa que a Secretaria de  Segurança Institucional vai, através de seus órgãos executores, que são o DMTU e Guarda Municipal, trabalhar a repressão e também a prevenção à criminalidade.

 Ainda segundo o coronel, está sendo discutida a possibilidade da Coordenação de Defesa Civil também ser gerida pela pasta. O coronel destaca que um dos focos centrais da secretaria será trabalhar a parte social, fazendo uma segurança preventiva. “Experientes que somos nessa área, sabemos que não adianta apenas reprimir o crime. Hoje as casas penais brasileiras estão superlotadas e, o sistema, que está falido, não recupera ninguém. Por isso, vamos focar essa área, como é o caso do Programa Protejo”, frisa.

 Além do Protejo, também serão trabalhados outros projetos como Mulheres da Paz e Território da Paz. São projetos, ressalta, que já existem em outros municípios, e são do Pronasci, e que Marabá vai correr atrás para implantá-los.

 Fora isso, o coronel pontua que outra grande ação do prefeito Maurino Magalhães foi implantar o Gabinete de Gestão Integrada Municipal, que vai reunir todos os órgãos de segurança que atuam no município, assim como os órgãos que trabalham com a parte social, esporte e cultura. “Todos esses órgãos, juntamente com a sociedade, associações de bairros e outros parceiros irão discutir não só a problemática, mas também fazer diagnóstico e apresentar soluções. Isto é um fato inédito no Brasil e um grande avanço no Pará, especificamente para Marabá, já que em pesquisa recente a área de segurança foi o segundo item mais questionado pela população paraense”.

 Guarda – A Guarda Municipal vai atuar, de início, com 100 integrantes, que serão selecionados no concurso público que acontece agora em fevereiro, sendo 90 guardas e 10 inspetores. O grupamento vai usar armamento não letal, mas uma parte da corporação irá passar por treinamento mais rigoroso para portar arma de fogo.

 Segundo o coronel, é preciso ter treinamento adequado e muita orientação psicológica para portar armamento letal. A guarda vai atuar na área dos logradouros públicos e de ações integradas com os órgãos de segurança pública.  Na parte do DMTU, o coronel adianta que será feita massificação de campanhas educativas, para prevenção de acidentes, assim como das infrações de trânsito.

 “A gente não vai garantir que vai acabar com a violência, mas vamos unir forças, junto com os demais órgãos de segurança, na busca da redução da criminalidade, devolvendo à sociedade a tranquilidade de circular pelas ruas da cidade e ter uma vida melhor”.

 Ainda segundo Araújo, ele vai reunir com o novo superintendente de Polícia Civil e com os comandantes do Comando de Policiamento Regional e do 4º Batalhão de Polícia Militar, para discutir ações integradas de segurança. Também já solicitou audiência com o secretário Estadual de Segurança Pública. “Vamos pedir ajuda do Estado e da União, porque o município sozinho não vai ter condições de realizar todos os projetos nessa área”.

 A secretaria também vai ser responsável pelos agentes patrimoniais. De acordo com o coronel Araújo, serão 240 agentes, que vão ajudar nessas ações. O coronel ressalta que em breve vai reunir com esse pessoal, para passar orientações e instruções, para que possam agir corretamente em cada situação, inclusive números de telefones emergenciais da secretaria e da PM. “A gente vai montar uma rede de colaboradores, como os agentes, taxistas, vigilantes e outros”.

 Araújo frisa que também será retomada a discussão sobre a vigilância eletrônica e também a implantação do Disk Denúncia. “Vamos tomar várias medidas integradas com os órgãos de segurança para redução da violência em Marabá”. 

SECRETARIA DE SEGURANÇA VAI PARTICIPAR DE AÇÕES INTEGRADAS DE COMBATE À VIOLÊNCIA

 

Colaborar nas ações de segurança pública do município. Este é o objetivo central da Secretaria de Segurança Institucional Municipal, que começa a funcionar em Marabá. Criada pelo prefeito Maurino Magalhães de Lima, a pasta tem como primeiro secretário o coronel da reserva remunerada da Polícia Militar do Pará, Antônio Araújo, que assumiu o cargo na última sexta-feira (7).

 

Com 30 anos de carreira militar, o coronel, que comandava o Departamento Municipal de Trânsito e Transporte Urbano (DMTU), é formado pela Universidade da Amazônia (UNAMA) no curso Bacharel em Ciências Econômicas e pela Universidade Federal do Pará (UFPA) no curso Licenciatura em Ciências, com habilitação em Matemática. Também é formado pela Academia de Polícia Militar do Estado da Bahia, no Curso de Formação de Oficiais da Polícia Militar, é pós-graduado no curso de Especialização em Inteligência, pela Academia de Polícia Militar de São Paulo. Tem curso de Instrutor de Educação Física e Gestão de Pessoas.

 

Como oficial, já comandou a Região Metropolitana de Belém e os comandos Regionais de Policiamento Nordeste, Sul-Sudeste, assim como o 4º Batalhão da Polícia Militar, em Marabá, e o de Castanhal. Foi Assessor de Inteligência junto à Governadoria do Estado, Chefia do Estado Maior Estratégico da Polícia Militar, Diretor de Apoio Logístico da Polícia Militar e Instrutor de Inteligência na Academia de Polícia Militar. Recebeu vários títulos de honra por onde passou e várias condecorações, entre elas a Medalha Grão-Pará (Grau Oficial) e Medalha de Bons Serviços ao Estado do Pará.

 

Com vasta experiência na área, o coronel diz que o prefeito Maurino Magalhães, ao criar a secretaria, está resgatando não só uma promessa de campanha, mas mostrando toda sua preocupação com a segurança pública do município. Ele salienta que são poucos os municípios do Brasil que já têm essa visão que segurança pública não é só uma responsabilidade do Estado ou da União.

 

No Pará, Marabá é pioneiro na criação de uma secretaria com foco na segurança pública de um modo geral, mostrando a visão e preocupação do município nessa área. De acordo com o coronel, a União tem chamado atenção dos municípios para essa parceria não apenas para serem coadjuvantes, mas também atores principais nesse processo. “O Governo Federal está estreitando esse diálogo com os municípios vulneráveis à violência e, Marabá é um deles, para que possam interagir com o Estado e União para que possa minimizar os efeitos da violência”.

 

Araújo enfatiza que desde o ano passado o município vem trabalhando essa área. Foi assinado um convênio com o Ministério da Justiça, com Marabá aderindo ao Programa Nacional de Segurança com Cidadania (Pronasci). Esse programa tem outras ações, entre elas, o Programa Protejo, que será desenvolvido no município atendendo inicialmente 150 jovens, na faixa etária de 14 a 24 anos, que estão em vulnerabilidade à violência.

 

São jovens que podem ser egresso do Sistema Penal, cumprindo medidas socioeducativas, meninos de ruas e abandonados. O programa inclui educação, com reforço escolar, noções de informática, cursos profissionalizantes e noções de cidadania. “É um programa que resgata os jovens, para que não sejam totalmente absorvidos pelo mundo do crime”, explica Araújo.

 

Segundo ele, de início o projeto será gerido pela Secretaria de Assistência Social da Prefeitura (Seasp), porque quando foi trazido para o município não existia a Secretaria de Segurança, mas será coordenado pela pasta. No contexto geral, o coronel observa que a Secretaria de  Segurança Institucional vai, através de seus órgãos executores, que são o DMTU e Guarda Municipal, trabalhar a repressão e também a prevenção à criminalidade.

 

Ainda segundo o coronel, está sendo discutida a possibilidade da Coordenação de Defesa Civil também ser gerida pela pasta. O coronel destaca que um dos focos centrais da secretaria será trabalhar a parte social, fazendo uma segurança preventiva. “Experientes que somos nessa área, sabemos que não adianta apenas reprimir o crime. Hoje as casas penais brasileiras estão superlotadas e, o sistema, que está falido, não recupera ninguém. Por isso, vamos focar essa área, como é o caso do Programa Protejo”, frisa.

 

Além do Protejo, também serão trabalhados outros projetos como Mulheres da Paz e Território da Paz. São projetos, ressalta, que já existem em outros municípios, e são do Pronasci, e que Marabá vai correr atrás para implantá-los.

 

Fora isso, o coronel pontua que outra grande ação do prefeito Maurino Magalhães foi implantar o Gabinete de Gestão Integrada Municipal, que vai reunir todos os órgãos de segurança que atuam no município, assim como os órgãos que trabalham com a parte social, esporte e cultura. “Todos esses órgãos, juntamente com a sociedade, associações de bairros e outros parceiros irão discutir não só a problemática, mas também fazer diagnóstico e apresentar soluções. Isto é um fato inédito no Brasil e um grande avanço no Pará, especificamente para Marabá, já que em pesquisa recente a área de segurança foi o segundo item mais questionado pela população paraense”.

 

Guarda – A Guarda Municipal vai atuar, de início, com 100 integrantes, que serão selecionados no concurso público que acontece agora em fevereiro, sendo 90 guardas e 10 inspetores. O grupamento vai usar armamento não letal, mas uma parte da corporação irá passar por treinamento mais rigoroso para portar arma de fogo.

 

Segundo o coronel, é preciso ter treinamento adequado e muita orientação psicológica para portar armamento letal. A guarda vai atuar na área dos logradouros públicos e de ações integradas com os órgãos de segurança pública.  Na parte do DMTU, o coronel adianta que será feita massificação de campanhas educativas, para prevenção de acidentes, assim como das infrações de trânsito.

 

“A gente não vai garantir que vai acabar com a violência, mas vamos unir forças, junto com os demais órgãos de segurança, na busca da redução da criminalidade, devolvendo à sociedade a tranquilidade de circular pelas ruas da cidade e ter uma vida melhor”.

 

Ainda segundo Araújo, ele vai reunir com o novo superintendente de Polícia Civil e com os comandantes do Comando de Policiamento Regional e do 4º Batalhão de Polícia Militar, para discutir ações integradas de segurança. Também já solicitou audiência com o secretário Estadual de Segurança Pública. “Vamos pedir ajuda do Estado e da União, porque o município sozinho não vai ter condições de realizar todos os projetos nessa área”.

 

A secretaria também vai ser responsável pelos agentes patrimoniais. De acordo com o coronel Araújo, serão 240 agentes, que vão ajudar nessas ações. O coronel ressalta que em breve vai reunir com esse pessoal, para passar orientações e instruções, para que possam agir corretamente em cada situação, inclusive números de telefones emergenciais da secretaria e da PM. “A gente vai montar uma rede de colaboradores, como os agentes, taxistas, vigilantes e outros”.

 

Araújo frisa que também será retomada a discussão sobre a vigilância eletrônica e também a implantação do Disk Denúncia. “Vamos tomar várias medidas integradas com os órgãos de segurança para redução da violência em Marabá”.

Informativo da Prefeitura de Marabá / Boletim 002/2011

PREFEITO DE MARABÁ EMPOSSA NOVAS EQUIPES

O prefeito Maurino Magalhães de Lima empossou ontem (10/01/2011) a nova equipe das secretarias de Viação e Obras Públicas e Serviços Urbanos. Esta última secretaria foi desmembrada da Secretaria de obras, que passa a ter como secretário Regivaldo Carvalho. A Secretaria de Obras continua sobre o comando de Lucídio Collinetti.

 Na Secretaria de Serviços Urbanos, além do secretário, foi empossado Oracy Evangelista Pereira (Limpeza Urbana). Na Secretaria de Obras foram empossados Ronaldo Siqueira Lima (Departamento de Serviços Gerais), Márcio Almeida de Sousa Andrade (Departamento de Terraplanagem), Adriane Nunes de Jesus (Departamento Administrativo), Henoc de Jesus da Silva Gomes (Supervisão do Setor de Compras) e Raimundo Nonato de Araújo (Departamento de Manutenção).

 Segundo o prefeito Maurino Magalhães, dentro dessa nova política administrativa a ser adotada para a segunda metade do seu governo serão trocados todos os chefes de departamentos das secretarias e órgãos municipais. “A partir de agora, o governo terá a nossa cara”, disse o gestor, que foi bastante aplaudido.

 Quanto ao desmembramento das secretarias de Obras e Serviços Urbanos, o gestor justificou que isso se deu devido ao crescimento expressivo da estrutura da pasta, o que tornou tecnicamente impossível ser administrada por um único secretário. Dando como exemplo disso, somente neste 2011 34 grandes obras estarão sendo realizadas, com financiamentos já devidamente aprovados pela Caixa Econômica Federal, perfazendo mais de R$ 30 milhões.

 Isso sem falar em cerca de R$ 200 milhões referentes a outros 20 projetos pertencentes ao PAC II, os quais cabe não só a administração, mas também contrapartida financeira da prefeitura. Sendo quatro UPAs (Unidade de Pronto Atendimento), oito escolas e oito creches.

 Ainda segundo o gestor, outra prioridade do seu governo nessa segunda etapa será a regularização efetiva de algumas áreas urbanas que nasceram de invasão, citando como o exemplo os bairros Bela Vista, São Miguel da Conquista e KM 7. Nesse sentido, o governo Municipal se utilizará do Fundo Municipal de Habitação, para o qual já está garantido substantivos recursos.

 O prefeito ressalta também, que em virtude do equilíbrio habitacional por conta da política habitacional do seu governo, não foram mais registrados invasão em áreas urbanas, mas sim a criação de 17 projetos de loteamentos, que são devidamente planejados, dotados com toda infraestrutura. De acordo com o prefeito, apesar de serem investimentos particulares, caberá ao município realizara todos os serviços básicos, como limpeza e coleta de lixo.

 “Hoje a prefeitura se encontra saneada e toda planejada. Das contas que estavam pendentes com os fornecedores, 90% foram pagas agora em dezembro e, o restante, será quitado ainda no mês de janeiro. A partir de maio, a prefeitura só vai comprar à vista”, garantiu o prefeito.

 

Informativo da Prefeitura de Marabá / Boletim 001/2011