8 Razões Médicas Para Não Comer Carne de Porco

14947935_1470873249596045_5175335640905761049_n

Compartilho com vocês mais informações que confirmam a veracidade do mandamento bíblico que nos diz para não comermos carnes imundas, entre elas o porco (ver Lv 11:7, 8; Dt 14:8).
Antes de apresentar as razões MÉDICAS, não nos esqueçamos de que Jesus morreu na cruz para purificar pecadores, não para purificar porcos!
Vamos às informações médicas.
O Dr. Hassan Mustafa, membro da União Mundial para a Saúde no Canadá, enumera-nos as doenças transmitidas ao homem pela carne de porco. Veja:
1. O porco não pode se desfazer de toda a quantidade de ácido úrico que se forma em seu corpo, sendo que este é o elemento principal da urina. Ele elimina somente 2% do ácido úrico, enquanto que 98% permanecem em sua carne. Isso significa que a carne de porco está saturada com o principal elemento da urina, o qual os corpos de todos os seres vivos sobre a face da terra tentam eliminar por meio do sistema urinário, devido às substâncias venenosas que contém. É por isso que muitos dos que comem carne de porco têm alto índice de artrite: isso ocorre devido ao elevado nível de ácido úrico presente no sangue.
2. A carne de porco é difícil de digerir, levando 4h completas para poder ser digerida. Além disso, a quantidade de proteína digerida que é realmente absorvida depois desse processo não passa dos 14%. Por essa razão, há quem pense que a carne de porco é ruim, no aspecto nutritivo, porque não compensa o dinheiro que se paga por ela, já que tal carne, em muitos países, é mais cara que a de outros animais, cuja carne é comestível e não tem esse tipo de problema.
3. A carne de porco contém níveis elevados de hormônio do crescimento, que acelera a proliferação de células cancerígenas, caso elas existam.
4. A gordura do porco é difícil de digerir e de ser recebida no sistema digestivo. A maior parte dela é formada por gorduras saturadas prejudiciais. É absorvida desde os intestinos pelo sangue em forma de enormes moléculas, que possivelmente se sedimentam nas paredes dos vasos sanguíneos obstruindo-os, causando coágulos de sangue, escleroses e elevados níveis de colesterol e gorduras saturadas (triglicérides) na corrente sanguínea.
5. A gordura do porco se sedimenta no corpo humano no mesmo lugar de onde vem o porco. Isto é realmente estranho! Se a gordura vem da barriga do porco, se estabelecerá na barriga da pessoa que a come. Dessa forma, a gordura ajuda a “distorcer” o corpo humano.
6. Comer a carne de porco abre caminho para muitas enfermidades e problemas de pele como úlceras, bolsas de gordura e prurido (coceira), já que contém um elevado nível de histamina.
7. O porco e sua carne são fontes de mais de 75 enfermidades causadas por parasitas, germes e vírus que são transmitidos ao homem, entre elas a triquinose, da qual a carne de porco dificilmente pode se livrar. Os parasitas da triquinose permanecem nos músculos do homem, causando severas dores, que possivelmente podem paralisar seus movimentos. Também podem permanecer no diafragma, causando obstrução da respiração e consequente morte. Além disso, esses parasitas podem permanecer por mais 30 anos nos músculos depois de encerrarem a si mesmos em cápsulas de cálcio.
É muito importante saber que um investigador norte-americano publicou na página web dos Arquivos de Medicina Interna, de 11 de junho de 2001, que o renomado músico Mozart possivelmente morreu por haver comido carne crua de porco, uns 44 dias antes de sua enfermidade mortal que durou 15 dias. Ele foi infectado pela triquinose, que então não era conhecida.
8. O corpo (do porco) é considerado uma fábrica biológica que tem o potencial de produzir enfermidades causadas por vírus e epidemias que podem afetar ao homem devido à semelhança genética das células do porco com as células do ser humano. A epidemia mundial chamada “gripe suína”, já presenciada, é o resultado da metamorfose e fusão dos vírus da gripe aviária, gripe humana e gripe suína no interior do porco. Todos eles se transformaram em um novo vírus mortal que se transmite dos porcos para as pessoas e do ser humano para o ser humano.
Um caso foi registrado no Canadá, em que esta doença se transmitiu de uma pessoa infectada a um rebanho de porcos, fazendo assim que a pandemia entre um ciclo integrado fosse muito perigosa.
Portanto, não foi por acaso que cerca de 40 anos depois da cruz Pedro disse: “Jamais, Senhor! Nunca em minha vida comi nada imundo nem impuro” (At 10:14).
O apóstolo não entendeu com a visão de Atos 10 que após a cruz Deus “purificou os porcos” para os seres humanos comerem.
Que seu entendimento seja o mesmo do apóstolo Pedro.
#carnedeporco #namiradaverdade #leandroquadros

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s