Por todas as coisas seja agradecido

Hoje às 8h10min sofri um acidante de trânsito!
Descendo numa rua tranquila, uma senhora num ato imprudente abriu a porta do carro e eu me lancei sobre a porta com a melhor velocidade que ciclista pode romper! Da minha parte foi inevitável não acontecer o acidente! O choque foi tão grande que a proprietária do veículo relatou que a porta foi erguida um pouco e eu fui jogado para trás a dois metros de distância da porta! No chão sem forças alguma para mover-me, pude apenas fazer pequenos movimentos nos braços, pés e pescoço para ver ser eu não tinha fraturado nada ou sofrido uma lesão mais seria!
cl-1
Ligaram para o SAMU que não demorou para chegar! Mas enquanto curiosos se aproximavam para ver meu estado, um dos meus primeiros pensamentos que me veio a cabeça foi: “Eu orei antes de sair de casa, pedindo proteção a Deus, e colocando a minha vida nas Suas Mãos nesta manhã!” Sim, eu tinha feito isso! Como também estudado a minha LES –  e evitei questionar o porque, afinal, as dores eram terríveis!
No hospital foram realizados vários exames e procedimentos, e recebi alta no início da tarde com a certeza de que nenhum dos ossos tinha sofrido fratura.
O conserto da bike foi providenciado pela senhora que ocasionou o acidente como também a medicação para aliviar as dores que agora sinto no ombro direito e musculatura interna.

De tudo o que aconteceu destaco: Relação dos ciclistas e condutores x condutores ciclistas!

– Penso que se as normas de trânsito fossem realmente respeitada por todos os condutores de veículos, nenhum ciclista precisaria transitar, tão próximo aos veículos estacionados nas ruas, com risco de sofrer um acidente, como o que me ocorreu hoje comigo!

– Se os condutores de veículos respeitassem o espaço de que o ciclista tem direito de ocupar numa rua, o mesmo espaço de um veículo quando nesta não tem ciclovia, nós ciclistas não ficaríamos tão acoados na margem da rua e tão próximo aos carros, com medo de ser atropelado!

– A regra de convivência no trânsito regida pela legislação no código brasileiro de trânsito, tem um como fundamento principal a proteção à vida, e estabelece que a distância lateral de um condutor de veículos ao ultrapassar um ciclista é de um metro e cinqüenta centímetros (art.201 do Código de Trânsito).

campanha-respeito-bicicleta-prefeitura-de-sao-paulo-1.5m.jpg

 O lição que tiro  de tudo isso!?

Bem, a vida é sim um sopro – em segundos tudo muda! E independente de tudo o que aconteceu comigo neste dia sei que há um propósito por trás de tudo isso! Não sei qual foi, mas tem! Se eu não descobri aqui nesta terra saberei na eternidade! Porque razão Deus me colocou em contato com aquela senhora de maneira tão “chata” para podermos passar uma manhã conversando? O acidente não fui um livramento de repente de um fatalidade numa outra esquina? Não sei as razões,… sei apenas que quero ser simplesmente o livro que se possa ler, e que nas suas entrelinhas encontrem um “cristo”!
Encerro o dia com as palavras do texto de Deuteronômio 4:9 –

“Apenas cuidado! Muito cuidado, para que vocês nunca se esqueçam das coisas que os seus olhos viram; conservem-nas na memória por toda a sua vida. Contem-nas a seus filhos e a seus netos.”

Pelo dia de hoje e pela vida! Obrigado meu Deus e meu Pai! #TMJ
distancia-que-aproxima
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s